segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

História de Viagem - Andorra: um encanto de lugar

Andorra. Fotos: Levis Litz

 
Quem passeou pelas estradas e trilhas que cortam os Montes Pirineus teve a felicidade de conhecer um fascinante lugar que encanta pela sua beleza: o Principat D'Andorra

Apesar das curvas, subidas e descidas que serpenteiam a região, a viagem é curta, boa e bonita. A 2.400 metros de altitude podemos ver e caminhar pelas montanhas parcialmente cobertas de neve. Elas enriquecem nossos olhos com as cores contrastantes da neve branca, grama verde e o céu azul.

Para quem não está acostumado com a neve, Andorra é um lugar que se pode sair, sem medo, do carro e andar para qualquer lado feito uma criança e brincar com a neve, deixando a alegria fluir. É comum ver um adulto sair correndo, a neve afundar sob seus pés e ele cair com a cara no chão. Depois ele se joga montanha abaixo como se estivesse num enorme escorregador natural e nem se importa se está molhado ou não. Quando o dia está bom e o céu num azul maravilhoso, o que importa é estar feliz.

Com uma área de 464 km2, menor que Porto Alegre, Andorra é um dos menores países do mundo. O seu minúsculo tamanho mal consegue ser visto nos mapas. Constituída por uma dezena de pequenas cidades, localiza-se no topo dos Montes Pirineus, no sudoeste europeu, entre a Espanha e a França, a menos de
150 quilômetros de Barcelona e 200 quilômetros de Toulouse. É uma nação independente, com costumes e características próprias. Teve origem no ano de 803 com o imperador franco Carlos Magno que, em gratidão por ter suas tropas guiadas durante a guerra contra os árabes, quinze anos antes, deu aos moradores da região o seu próprio reino. A sua capital, Andorra la Vella, ainda possui uma aparência medieval. Seu nome não tem nada a ver com "Velha" como alguns pensam, é apenas a forma antiga de dizer "Vila" em catalão arcaico.

Andorra dos tempos atuais

A cidade tornou-se um conhecido centro de compras livre de impostos e suas ruas estão repletas de lojas bem organizadas e movimentadas, parecendo um animado shopping center para turistas. Embora seja uma zona franca, não existe comércio nas calçadas como estamos acostumados a ver em outros lugares onde não há imposto sobre as mercadorias. Andorra não tem analfabetos, todos os andorranos sabem ler e escrever. Falam o francês e o espanhol, mas é o único país do mundo que tem o catalão como língua oficial - nem a própria Catalunha tem. A base desse idioma parece ser uma espécie de mistura do castelhano, francês e italiano, tudo isso, temperado com um sotaque de português de Portugal. Para quem conhece bem estes três idiomas, dá até para tentar arriscar um diálogo. Conservadores, os andorranos adoram cultuar velhas tradições: criam ovelhas com pastores de cajado na mão e uma vez por ano mandam seus padres para as ruas, cheias de construções históricas, benzer todas as casas do principado. Com seis meses de neve por ano, há outra forte atração na região que faz milhares de turistas cruzarem por essas estradas: são as estações de inverno. A espetacular topografia dos Pirineus fizeram de Andorra um dos maiores centros de esqui da Europa.

Há mais pistas de esqui do que estradas. Impulsionada pelo mercado livre de suas lojas, o que a tornou economicamente atraente aos turistas, e pelo turismo em buscas de pistas para esquiar, Andorra prospera ativamente e oferece aos seus habitantes uma das melhores qualidades de vida da Europa. Para se chegar nas montanhas que rodeiam seus vales, o único jeito é ir de carro, motocicleta ou ônibus, não existem aeroportos nem ferrovias. A melhor época é entre maio e setembro. No verão, a temperatura pode chegar a 36 graus positivos e, no inverno, baixar para menos de 18. Para quem não tem muito tempo, um dia basta para conhecer este minúsculo e curioso principado das montanhas. Saímos de lá com uma ótima impressão do lugar, adoramos!

-----------------------------------------------------------------------------------
Nota : Este texto reflete fielmente os fatos quando publicado, entretanto, alguns de seus dados podem ter sido alterado com o tempo. Certifique-se de obter informações atualizadas por outras fontes antes de tomar este texto como referência.
-----------------------------------------------------------------------------------
Comente este texto aqui ou em: fotoserumos@gmail.com ou levislitz@hotmail.com
-----------------------------------------------------------------------------------
Quer ler mais Histórias de Viagem? Visite: Fotos e Rumos (http://www.fotoserumos.com/)

Um comentário:

  1. Mensagem recebida por e-mail de Celia Inez Domingues: "Levis - Obrigada pelas dicas sobre Andorra. Achei seu site sensacional!"

    ResponderExcluir